RUPTURA POSITIVA DE CONTATOS

 
•O conceito de ação positiva é determinado pela maneira como os elementos de intertravamento são integrados à proteção móvel e sua forma de atuação. No caso da utilização de chaves eletromecânicas, estas devem ser instaladas de forma que a abertura da proteção móvel provoque o movimento do componente mecânico da chave por meio de contato direto ou através de elemento rígido. Isso assegura que os contatos da chave responsável pelo intertravamento sejam fisicamente puxados à parte ou “desconectados à força” pelo movimento da proteção.
 
A Figura 1 mostra um sistema de modo de operação tipicamente negativo (ou não positivo). Não existe nenhuma ligação direta entre a porta de proteção e a chave (contato responsável pelo intertravamento) e, assim, o sistema baseia- -se inteiramente na pressão brusca para abrir os contatos. Na eventualidade de falha de desprendimento, contato soldado ou aderido, o sistema apresentará falhas em caso de perigo e, dessa forma, será inaceitável. Esse tipo de sistema é facilmente burlável, pressionando o pino enquanto a proteção estiver aberta. Até mesmo pior, o dispositivo pode ser barrado acidentalmente por um operador, inclinando-se sobre ou dentro da máquina enquanto a proteção estiver aberta.
 
Figura 1 – Desenho de contatos de uma chave mecânica que não atende o critério de segurança.
 
 
A Figura 2 mostra um exemplo simples de operação de modo positivo, fornecendo desconexão forçada dos contatos. Um came é montado na dobradiça da porta e assim opera diretamente os contatos toda vez que a porta da proteção é aberta. A pressão brusca pode apenas fechar os contatos enquanto a prote- ção é totalmente fechada. Qualquer falha na mola apenas resultará na falha da condição de segurança. Deve ainda ser observada a adoção de chaves de segurança com característica de ruptura positiva, conceito inerente à fabricação da chave de segurança que consiste em garantir a abertura dos contatos normalmente fechados NF, quando a chave é acionada pelo atuador. Uma chave com ruptura positiva possui um ou mais contatos NF, acoplados ao atuador da chave por meio de dispositivos não resilientes, de modo que a abertura plena desses contatos NF é alcançada quando o atuador é movido através do percurso até o ponto de ruptura positiva, aplicando-se a força estabelecida pelo fabricante. O símbolo da ruptura positiva vem estampado no invólucro da chave de segurança.
 
Figura 2 – Desenho de contatos de uma chave mecânica que atende o critério de segurança.
 
 
Figura 3 – Pictograma que representa a ruptura positiva.