Descritivo do Multitarefas

27/03/2015 15:07

CONTROLADOR DE MÁQUINA DE TINGIMENTO TÊXTIL MULTITAREFAS

 

1. Programação:

    1.1. Programação em árvore que facilita a visualização de passos anteriores para a programação.

    1.2. Permite programar quantas operações forem possíveis num mesmo passo e protege contra erros.

    1.3. Programação janelas de avisos de tarefas para o operador executar durante o processo.

    1.4. Programação intervenções no processo no início de cada passo.

    1.5. Exemplos de programação:

       1.5.1. Na figura: Passo 1: “ENCHE MAQUINA”, temos 2 operações: ENCHE MAQUINA E ENCHE DOSADOR 2 COM AGUA FRIA.

       1.5.2. Passo 2: ENCHE, AQUECE, RETORNO DOSADOR, RPM BOMBA, MPM MOLINELO.

       1.5.3. Passo 3: ENCHE, DOSA, AQUECE, RPM BOMBA, MPM MOLINELO.

       1.5.4. Podemos fazer tantas combinações quantas sejam permitidas pelo processo, o que pode nos proporcionar ganhos com água,                           energia elétrica, vapor e tempo de processo.

    1.6. Relação de banho variável: Enchimentos com relações de banhos diferentes. Economia de água.

    1.7. Lavagem contínua por litros ou por tempo. Economia de água.

    1.8. Criação de partidas:

        1.8.1. Partidas locais podem ser criadas, quando acaba o ciclo ela permanece no controlador.

        1.8.2. Partidas itinerantes podem ser criadas, quando termina o ciclo ela é excluída do controlador.

        1.8.3. Partidas criadas unindo procedimentos ou partes de processo previamente criados como redutiva + amaciante + lavagem, etc.

        1.8.4. Partidas criadas sequencialmente sem considerar procedimentos.

    1.9. Acompanhamento do processo:

        1.9.1. Acompanhamento também em árvore que facilita a visualização geral do processo.

        1.9.2. O passo corrente fica destacado em vermelho.

        1.9.3. Os passos anteriores e posteriores podem ser abertos para visualização sem atrapalhar o passo corrente.

        1.9.4. Janelas de tarefas e intervenções se abrem na tela para alertar o operador.

     1.9.5. As janelas podem ser movidas na tela e podem ser confirmadas de forma local ou remota (caso haja uma cozinha automática                 operando na fábrica) ou de forma mista.

2. Históricos de partidas:

    2.1. Gráficos: os gráficos de temperatura e dosagem podem ser analisados em tempo real ou de tingimentos já finalizados.

    2.2. O histórico de alarmes e decisões do operador são visualizados abrindo as árvores dos processos.

3. As figuras a seguir nos mostram a tela de acompanhamento de partida e a tela de gráficos e históricos.

 
 
 

 4. Supervisório: um sistema de supervisão poderá ser adquirido para que sejam efetuados todos trabalhos descritos acima, remotamente em        outros computadores ligados em rede Ethernet com o controlador da máquina.

5. Gerenciador: um sistema de gerenciamento de processos de tinturaria poderá se adquirido para gerenciar todas as atividades dentro do setor     de tinturaria e acabamento, desde o recebimento até a expedição: partidas, máquinas, auxiliares, corantes, etc.